Gestão do Conhecimento Pragmática

Encontrei por meio de um dos feeds que acompanho diariamente um artigo de Gabriel Renault Magalhães, da Calandra, chamado “A Gestão de Conhecimento Pragmática Aplicada às empresas – Parte 2“. Navegando um pouco pela internet encontrei uma outra versão do mesmo artigo no site Intranet Portal.

Uma “GC pragmática” parece uma promessa interessante: GC direto ao ponto, sem enrolação, com resultados objetivos.

Nas palavras de Gabriel:

A Gestão do Conhecimento Pragmática é uma proposta de abordagem que objetiva potencializar ao máximo a efetividade das iniciativas de KM.

Ao invés de propor um projeto top-down, abrangendo as mais diversas áreas da empresa, ela procura identificar condições favoráveis dentro do ambiente corporativo para a criação de projetos pilotos, e, em seguida, busca replicar estas iniciativas para as demais áreas.

As principais características desta abordagem são:

• Ação localizada em um ambiente que seja culturalmente mais propício;
• Naturalidade das iniciativas;
• Reprodução do exemplo

Essa proposta me lembra a abordagem que eu procurava enquanto cursava o a pós-graduação em gestão do conhecimento do Senac de São Paulo. (Ótimo curso, aliás.) Na ocasião eu ainda não conhecia a Promon, que excepcionalmente é um ambiente propício para a prática da GC em grande amplitude.

Essa proposta de GC pragmática continua sendo interessante para as situações em que a GC deve ser  implementada por meio de diversas iniciativas pontuais e consecutivas.

Algo para se detalhar mais no futuro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s