Desculpas pelo longo intervalo

O tempo passa, o tempo voa, e a poupança Bamerindus continua numa boa. 

A primeira parte desse jingle continua sendo uma verdade, mas a segunda parte acabou se tornando um lembrete: nada é para sempre.

Essa musiquinha sempre ecoa na minha mente sempre que percebo o quão rápido o tempo passou. Aconteceu mais uma vez, ao me dar conta da lacuna de tempo decorrido desde meu último post.

Peço aos amigos que sempre me acompanhem nas outras mídias: no blog da revista CRN (http://crn.itweb.com.br/blog/knowledge-workers/), no meu Twitter (www.twitter.com/marceloyamada) e no meu LinkedIn (http://br.linkedin.com/in/marceloyamada). Escrever posts decentes exige tempo, o que aumenta o intervalo entre as publicações, e o compartilhamento de comentários breves acaba sendo muito mais viável.

Um abraço a todos.

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s