Próximos projetos

Assim que os trabalhos de elaboração do presente modelo voltado a sistemas de gestão do conhecimento corporativo estiverem mais avançados, será possível dar início de forma consistente a duas proposições derivadas:

  • plataforma para a implementação de sistemas de gestão do conhecimento pessoal
  • plataforma para a implementação de sistemas de gestão do conhecimento em organizações do terceiro setor

Faço uso do termo “plataforma” como um equivalente para o termo técnico “framework“, com o intuito de denominar por meio dele um conjunto de conceitos, processos, técnicas e ferramentas para uma finalidade específica.

Assim, a diferença entre um modelo genérico de GC, como o desenvolvido neste trabalho, e uma plataforma para implementação de GC em um tema específico (individual e terceiro setor, por exemplo), será a possibilidade de indicar – nesta última – processos, técnicas e ferramentas objetivos, evitando o leque genérico de opções e permitindo uma decisão e implantação mais rápidos.

Uma plataforma deverá ser fruto da experimentação (ou ao menos da discussão criteriosa) da aplicação do modelo genérico àquele tema específico, por profissionais especializados em tal tema. Um ganho surgirá em especial: a proposição de processos considerados melhores práticas naquele tema. O modelo genérico apenas poderá propor processos de gestão genéricos, mas a plataforma poderá propor processos específicos de gestão do conhecimento individual ou de gestão do conhecimento em organizações do terceiro setor, por exemplo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s